Entrada > Notícias > Diretora da Pós-Graduação em Gestão e Direção de Unidades de Saúde

Diretora da Pós-Graduação em Gestão e Direção de Unidades de Saúde

PEA

Quando

05 > 31.12.2019 · 11:50 > 11:50

Onde

Instalações do ISCAP

Adicionar evento ao calendário

Professora Inês Veiga Pereira


· O que motivou a criação da Pós-Graduação em Gestão e Direção de Unidades de Saúde?

As diferentes configurações das unidades de saúde e a própria complexidade do sistema de saúde nacional, levam a que a gestão e unidades de saúde obrigue à detenção de competências transversais desde a gestão estratégia, gestão de recursos humanos e marketing. Na verdade, o acesso à informação por parte dos utentes e a possibilidade de opção entre diversos prestadores de serviços de saúde têm tornado este mercado cada vez mais competitivo.

Neste contexto, a gestão de unidades de saúde tem um objetivo muito claro: assegurar a prestação dos cuidados de saúde de forma coordenada, através da gestão eficiente dos recursos. Apesar disso, quando se fala em carreiras associadas à saúde, a gestão é talvez uma das últimas da lista de opções.

No entanto, um gestor ou diretor de unidades de saúde assume um papel fundamental. A sua capacidade de gerir equipas, de compreender os desafios da gestão financeira e orçamental, de analisar dados e tomar decisões, de definir a estratégia organizacional e de marketing, de ser capaz de organizar o sistema produtivo, conhecendo e utilizando as novas tecnologias aplicadas à saúde, contribuirão para que as unidades de saúde que gerem sejam mais eficientes, eficazes e competitivas.

A Pós-graduação em Gestão e Direção de Unidades de Saúde foi criada para formar gestores e trabalhar as competências necessárias para se distinguirem e às organizações pelas quais são responsáveis.

· Qual o objetivo da Pós-Graduação e que especificidades apresenta?

Esta Pós-graduação foi concebida para dotar os participantes de todas as competências necessárias para os responsáveis de unidades de saúde com caraterísticas e dimensões distintas (Hospitais, Clínicas, Centros de saúde, subsistemas e Seguros de saúde) tenham a capacidade de tomar decisões informadas, consistentes e que permitam que adaptar-se de forma competitiva a um mercado tão exigente. Adicionalmente, com um corpo docente com elevados níveis de formação e experiência nas áreas que lecionam, a pós-graduação em Gestão e Direção de Unidades de Saúde tem um foco eminentemente prático, para responder às necessidades dos participantes. Os estudantes terão, ainda acesso a seminários (master classes) com convidados com elevado know-how e experiência em áreas tendência, em crescimento e de elevado relevo para o desempenho de funções de gestão. Além disso, é a única pós-graduação em gestão de saúde com a unidade curricular de projetos de simulação onde serão desenvolvidos projetos aplicados em diferentes áreas da gestão. 

· Quais foram os critérios usados para selecionar o corpo de formadores do curso?

A componente de gestão adaptada às organizações da área da saúde assume o papel fundamental. Desta forma, o corpo de formadores é heterogéneo, já que, cada um deles é especializado na área de gestão que irá lecionar. Sendo uma formação executiva de ensino superior a equipa é constituída por Doutorados e Especialistas nas diferentes áreas, com ligações a Instituições com características diferentes, de modo a aportar diferentes perspetivas ao curso, criando valor para quem nele participa. Adicionalmente, como se pretende que o curso seja desenvolvido numa perspetiva prática, a equipa de formadores tem, igualmente, de se enquadrar neste perfil.

· Por que razão é que o curso será uma mais-valia para os participantes?

Este curso aborda todas as áreas da gestão importantes para a direção de unidades de saúde. O participante desenvolverá competências em áreas deste o marketing, comunicação digital, utilização de tecnologias de informação aplicadas, gestão de equipas, sistemas de qualidade, entre outras. Ou seja, é uma formação bastante transversal, com elementos inovadores como a formação em Organização do Sistema produtivo e o desenvolvimento de projetos aplicados, únicas nas formações da área no país. Além disso, considerando que a pós-graduação se destina a profissionais com formações e experiências diferentes na área da saúde, constitui uma excelente oportunidade de networking. Finalmente, através de case studies e master classes haverá lugar à discussão de tendências e dos Hot topics da área, o que muito enriquecerá os participantes e permitir-lhes-á analisar as diferentes perspetivas.

 

Autor

gcrp

Partilhar